13 de outubro de 2012

SANTARENO PODE SER MINISTRO DO TST


Santareno pode ser Ministro no TST

Vicente Malheiros da Fonseca concorre com outros 16 desembargadores

Vicente Malheiros da Fonseca

O Pará poderá emplacar mais um ministro no TST, que reúne o Pleno nesta segunda-feira para definir a lista tríplice que será encaminhada à presidenta da República, Dilma Roussef, e que ainda passará por sabatina no Senado. O decano e ex-presidente do TRT da 8ª Região (Pará e Amapá), desembargador Vicente Malheiros da Fonseca, que é natural de Santarém e filho do Mastro Wilson Fonseca (Isoca) concorre com 16 desem­bargadores do Trabalho, oriundos da magistra­tura, à vaga aberta pela aposentadoria do ministro Horácio de Senna Pires, em maio deste ano.
Os demais candidatos são os desembargadores Alexandre Teixeira de Freitas Bastos Cunha e José Geraldo da Fonseca, do TRT da 1ª (RJ), Sérgio Pinto Martins e Jane Granzoto Torres da Silva, do TRT 2ª (SP), Cláudio Mascare­nhas Brandão e Norberto Frerichs, do TRT 5ª (BA), Célio Horst Waldraff, do TRT 9ª Região (PR); Douglas Alencar Rodrigues e Márcia Mazoni Cúrcio Ribeiro, do TRT 10ª (DF/TO), Paulo Américo Maia de Vasconcelos Filho do TRT 13ª (PB), Vânia Maria da Rocha Abensur, do TRT 14ª (RO). O TRT 15ª (Campinas) tem o maior número de candida­tos, três desembargadoras: Ana Paula Pellegrina Lockmann, Olga Aida Joaquim Gomieri e Tereza Aparecida Asta Gemignani e um desembargador, Lorival Ferreira dos Santos. A desembargadora Maria do Pérpetuo Socorro Vanderley de Castro é a única representante do TRT da 21ª Região (RN).
Fonte: RG 15/O Impacto e Franssinete Florenzano

Reações:

0 comentários: