Desperdício de dinheiro público!

Governo da Prefeita Eliene Nunes Joga dinheiro no ralo em obra que não deu certo 2 vezes (Ponto de Moto-taxi).

SEMANA DO MEIO AMBIENTE!

Debatendo Sustentabilidade. 22 a 25/06 - Hotel Apiacás!

AÇÃO SORRISO!

Ajudando A Criar Um Mundo Melhor!

Valmir Climaco, Trabalhando Para Desenvolver a Região!

Bela Orla, calma e serena!

Uma das mais lindas paisagem desta região, o Rio Tapajós!.

1 de julho de 2015

POR QUE VOCÊ NÃO FAZ NADA? DEPOIS, NÃO ADIANTA RECLAMAR!!

O PAPEL DA FAMÍLIA - Nos países democráticos que também se destacam pela educação de qualidade, os pais são o fator decisivo de sucesso(VEJA.com/Getty Images)

Nota do Blog: Bastante sugestivo o assunto deste artigo de Gustavo Ioschpe, principalmente quando fala sobre muito se bradar sobre nossos políticos e pouco se fazer quando há uma chance, que é dado pelo voto, sendo muito bem colocado quando fala que é muito falatório e pouca ação. Assim é o itaitubense!

O grupo que publica a revista The Economist tem um braço de pesquisas, chamado Economist Intelligence Unit. Um dos seus produtos é um indicador conhecido como Democracy Index, que anualmente analisa quase 200 países e quantifica, com base em dezenas de indicadores, a força da democracia de cada país.

Na edição de 2014 (disponível em twitter.com/gioschpe), o Brasil aparece em 44º lugar entre 167 países (o campeão é a Noruega, e a Coreia do Norte é a lanterninha). O resultado nos coloca na segunda categoria, das Democracias Falhas. Abaixo das Democracias Plenas, mas acima dos Regimes Híbridos e dos Regimes Autoritários. O ranking olha para cinco atributos.

O curioso é que, em três dos cinco, temos notas condizentes com as das melhores democracias do mundo: processo eleitoral, liberdades individuais e funcionamento do governo. Por que, então, vamos para a segunda divisão? Porque em participação política, de zero a 10, nossa nota é 4,44, a mesma de Mali, Zâmbia, Uganda e Turquia, e abaixo da de países como Iraque, Etiópia, Quênia e até Venezuela.

Este é o paradoxo da democracia brasileira: lutamos tanto por ela, e não a usamos. Uma geração inteira brigou pelo retorno da democracia representativa, mas levou a substitutiva. 

Em uma democracia representativa, a cidadania ativamente demonstra suas vontades, e elas são canalizadas por seus representantes. Na versão brasileira, a democracia não começa na urna: termina nela. Parece que apertar uma tecla a cada quatro anos é a nossa concepção de governo "do povo, pelo povo e para o povo". Verificado o desastre, voltamos às urnas, quatro anos depois, para eleger a mesma combinação de ineptos e corruptos. E, mesmo sabendo do insucesso do modus operandi, nós o repetimos. Alguém já disse que um dos sinais da loucura é continuar fazendo a mesma coisa e esperar que o resultado seja diferente...

E o melhor é quanto reclamamos, furibundos, das pessoas que nós mesmos colocamos no poder. Muita indignação e pouca ação, os males da nossa democracia são.

Até entendo que em algumas questões mais etéreas e distantes, como pedaladas fiscais e comissões em sondas petrolíferas, pareça mais complicado fazer algo. Também entendo que algumas camadas da população - aquelas que nem bem alfabetizadas são e que precisam trabalhar de sol a sol apenas para garantir a sobrevivência - não tenham compreensão, tempo nem energia para se engajar nas causas públicas. Mas não consigo entender como é que gente instruída e preparada, que frequentemente já passou algum tempo em países desenvolvidos e rapidamente identificou neles as virtudes que nos faltam, aqui parece achar que o problema não é com ela. E, apesar de pesquisar o assunto há uns quinze anos, confesso que entendo menos ainda essa apatia quando o tema é a educação nacional, que tem um papel tão importante na preparação para a vida dos nossos maiores tesouros (nossos filhos). Como podemos deixar que nossas escolas sejam as porcarias que são, produzindo iletrados ignorantes aos milhões, todo ano? A propósito, o problema não se restringe às escolas públicas. Como já mencionei aqui diversas vezes, 80% a 90% da diferença de desempenho entre nossas escolas públicas e particulares é explicável pela condição sociocultural do alunado. Se você colocasse o seu filho em uma escola pública, o desempenho dele cairia só 10% a 20%, portanto. Claro que temos, em um país com as dimensões do Brasil, excelentes escolas particulares e públicas também. Mas, em geral, as escolas públicas são péssimas e as privadas, apenas um pouco menos ruins.

O que me leva a você. Por que você não faz nada? Certamente você se importa com a qualidade da educação que seu filho vai receber, não? Sei, você não tem tempo. Trabalho, casa, correria etc. Agora me diga uma coisa: você vê novela? Seriado americano? Acompanha o seu time de futebol? Dorme mais de sete horas por noite? Se respondeu "sim" a alguma dessas perguntas, desculpe, mas tempo você tem. Até porque, como veremos abaixo, não precisa de muito tempo, não. Eu sei, ninguém é de ferro, todo mundo precisa relaxar. Mas primeiro o trabalho, depois a diversão. Como se divertir quando o país está claramente indo para o buraco? Você planeja mandar seus filhos para a Suíça ou eles morarão no país que você construir? Caso o plano seja continuar por aqui, que tal arregaçar as mangas?

Ah, talvez a sua discórdia seja conceitual. Você acha que já paga imposto que chega e que não pode fazer o seu trabalho e o do político também. Concordo. Mas, como diz o ditado, na prática, a teoria é outra. Tenho más notícias para você: é a sua inércia que permite que os seus eleitos não façam nada (ou, pior, que façam a coisa errada). Louis Gerstner, ex-CEO da IBM, dizia que "people don't do what you expect, but what you inspect": não adianta esperar, é preciso inspecionar, conferir, pressionar.

O cidadão apá­tico é o viabilizador dos maus líderes. Eles vivem em uma relação simbiótica em que todo o resto do país é parasitado. Por que nos­­sos líderes não implantam, por exemplo, um sistema que consiga alfabetizar todos os alunos no 1º ano? É simples: porque, para fazê-lo, vão precisar se incomodar com os professores e os sindicatos da categoria. Precisarão fixar metas, exigir empenho e resultados, olhar para processos, mudar material didático, coibir faltas, idealmente conseguir que as faculdades de sua região formem um profissional decente em vez do repetidor de slogans e teorias que produzem hoje. Isso dá trabalho e conflito. Por que o fariam? Porque a população deveria reconhecer o esforço e valorizá-los. E aí a contrariedade de meia dúzia ficaria irrelevante em relação ao aplauso de milhares. Mas, no Brasil, esse aplauso não vem. Porque os pais e alunos nem sabem quão ruim é sua escola e, quando descobrem, deixam por isso mesmo. Há muitos casos, que nem Freud explica, em que pais e alunos defendem greves absurdas de professores, que prejudicam enormemente o aprendizado de nossos jovens. A mensagem para os líderes bem-intencionados é clara: convém não fazer nada. Ninguém vai reclamar. Se o seu prefeito ou governador soubesse que você valorizaria uma ação mais incisiva, a maioria deles tomaria as suas dores, não tenha dúvida.

"Mas fazer o quê?", você se pergunta. A primeira coisa é fazer o dever de casa. Escolha a escola do seu filho de forma a maximizar o aprendizado dele, não o seu conforto. Escola boa não é a escola perto de casa: casa boa é a casa perto da escola, isso sim. Como saber se a escola do seu filho é boa? O primeiro bom indicador é o Enem, e, para as públicas, também o Ideb. Depois, é importante visitar a escola, conversar com pais de alunos. Peça para conversar com o diretor da escola. Diretor que recebe os alunos no portão de entrada, diariamente, e está aberto ao diálogo com os pais é um bom sinal. Diretor que visita as salas de aula com frequência também. Procure uma escola que tenha a infraestrutura em dia (salas limpas e arrumadas, com cadeiras, carteiras e quadro-negro), não aquelas que investem em balangandãs tecnológicos, a maioria dos quais não tem eficácia comprovada. Veja também como a escola seleciona professores (o ideal é que ela faça com que o candidato a lecionar dê uma aula a uma banca examinadora e que privilegie os que vêm de boas universidades; o modelo a ser evitado é aquele que só se preocupa com o resultado de uma prova/concurso).

Pergunte também se a escola diferencia seus professores, se procura saber quem são os melhores e os piores, e se faz alguma coisa para reter os melhores (nas escolas privadas, o salário é a ferramenta óbvia; mas mesmo nas públicas é possível e desejável que os melhores professores sejam acompanhados e estimulados. Fuja das escolas que tratam os desiguais de forma igual). Veja também se a direção da escola estabelece e comunica metas claras de aprendizagem. O ideal é que todos saibam os conteúdos e habilidades que os alunos precisam dominar em cada matéria, de cada bimestre, de cada série. Escolas opacas, na linha do "fica tranquilo, nós é que entendemos disso", costumam ter os piores resultados.

Em segundo lugar, escolhida uma escola boa, os pais não devem relaxar e terceirizar. Precisam ter certeza de que o filho está recebendo dever de casa, diariamente, e que seus deveres estão sendo corrigidos. É importante que haja avaliação permanente (a boa e velha prova) e que o aluno tenha de estudar constantemente. É difícil absorver um conhecimento e levá-lo à memória de longo prazo sem repetição contínua, e a prova é que garante que o mesmo material será revisto com cuidado (além de servir de termômetro para que o professor calibre sua didática quando nota que muitos alunos não aprendem bem). Evite escolas com muita avaliação "moderna", tipo autoavaliação, trabalho em grupo etc. Já disse um sábio que o único lugar em que o sucesso vem antes do trabalho é o dicionário. Na vida e na escola. Certifique-se de que seu filho só falta à escola por motivos realmente sérios (se você faz com que ele perca uma semana de aula para levá-lo à Disney em época conveniente para você, depois não vá querer que ele aprecie a importância da educação... Se você diz uma coisa e faz outra, seus filhos replicarão aquilo que você faz). Certifique-se também de que seu filho trata professores e colegas com respeito. E compareça às reuniões de pais da sua escola.

Depois de fazer isso pelo seu filho, faça-o por alguém que terá dificuldades de fazer o mesmo. Uma empregada, um colega de trabalho, um amigo mais perdido na vida: tem muita gente que passou poucos anos na escola ou se sente inferiorizada socialmente, a ponto de não ousar questionar a escola do filho. Precisamos quebrar essas barreiras. Todo mundo paga pela escola do filho, quer via mensalidades, quer via impostos. A escola pública é nossa, não de seus funcionários. Eles devem nos prestar contas, não o contrário. Ajude aqueles que têm mais dificuldades para entender isso. E dê aos filhos dessas pessoas chances parecidas com as do seu filho.

Se você realmente não tem tempo, doe dinheiro a boas instituições. Há dezenas. Fundação Lemann, Roberto Marinho, Estudar, Instituto Ayrton Senna, Insper, Todos pela Educação... Essas eu conheço e recomendo, mas procure aquela que se encaixa na sua filosofia.

Indo do privado para o público: faça pressão nos seus representantes locais. Cada cidade terá o seu problema; tenha apenas a preocupação de pressionar por algo que melhore o aprendizado dos alunos, não a infraestrutura da escola ou algo secundário. Recomendo uma lei que obrigue que os resultados de cada escola sejam divulgados publicamente. Está tudo pronto no site www.idebnaescola.org.br. Pode acreditar: às vezes não é preciso mais do que dez pessoas que liguem ou mandem e-mails a um vereador para que o projeto seja aprovado.

Finalmente, vote direito. Escolha prefeitos e governadores que melhoraram os indicadores de aprendizado dos seus alunos. Não nos que investem mais, que distribuem laptops, que falam de planos mirabolantes ou mostram vídeos em que beijam criancinhas na época de campanha. Vote em quem entrega resultado, medido pelo Ideb. Para deputados, veja se o candidato fala de meios - salário de professor, investimento, ensino integral - ou de fins. Prefira os que falam de fins (aprendizado) e que não presumem que aquilo que é bom para o professor é bom para o aluno.

Eu sei, você não é especialista. Há muito mais coisas que você poderia fazer se fosse. Mas não precisa ser. Na maioria de nossas escolas, nem o básico do óbvio é feito; se você ajudar com esse pequeno empurrão, e ajudar alguém a se ajudar também, pode ter certeza de que fará uma enorme diferença.

Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/educacao/por-que-voce-nao-faz-nada

DEPUTADO HILTON AGUIAR PREOCUPADO COM FALTA DE INVESTIMENTOS EM SEGURANÇA EM ITAITUBA.

Deputado Estadual Hilton Aguiar cobra mais investimentos para polícia civil em Itaituba.



O deputado estadual Hilton Aguiar, reuniu-se na última sexta-feira, 26, com o Delegado Geral de Polícia Civil, Rilmar Firmino, buscando apoio para melhoria da segurança no município de Itaituba. Dentre as medidas que já foram tomadas pela Delegacia Geral foi a mudança da direção da Seccional do município e do Superintendente Regional, que pediu para retornar para Santarém.


O parlamentar também cobrou o aumento do efetivo da Superintendência, como também melhorias na infraestrutura da delegacia e mais equipamentos, o que trarão um melhor resultado na atuação da polícia civil no município, trazendo assim mais tranquilidade para a população de Itaituba.

27 de junho de 2015

PPROMOTOR PÚBLICO 'CAÇA' PREFEITA E VEREADORES. A PORCA ESTA TORCENDO O RABO!

Nota do Blog: Sempre reclamei desse posicionamento do pessoal da Casa da Noca, que não faz leis e Nem fiscaliza os gastos da Prefeita de Elienópolis, mesma coisa feita pela CPI, que não dará em nada porque, principalmente porque o presidente da CPI tem sua esposa com cargo em DAS na SEMED, alvo da Comissão Processante, além de 39 cargos na PMI, conforme acusação do Chefe do Hidroviário. Assim, ninguém sabe quem é a galinha e a raposa. Parabéns, Dr. NAdilson, se a Casa da Noca não cumpri seu papel, vossa excelência faz o MPE cumprir o seu. Deveriam determinar o repasse dos salários dos vereadores para os servidores/promotores do MPE! E parabéns, dr. Nadilson por retirar o MPE de Itaituba desse balaio de gato entre PMI e Casa da Noca e fazer com que o MPE em Itaituba cumpra seu papel constitucional!


 
O Ministério Público do Estado do Pará, por meio do promotor de Justiça de Itaituba em exercício Nadilson Portilho Gomes, ingressou com Ação de Improbidade Administrativa contra a prefeita municipal e vereadores por nepotismo.

A ação tem como requeridos a prefeita Eliene Nunes de Oliveira e os vereadores Wescley Silva Aguiar, Maria Almeida Silva e Isaac Rodrigues Dias pela prática de nepotismo na administração municipal, conforme o apurado nos autos de Inquérito Civil Público.

“A ação visa responsabilizar os agentes públicos por terem agido com nepotismo no município de Itaituba, pelo qual a prefeita municipal Eliene Nunes de Oliveira a fim de arregimentar os vereadores em questão negociou cargos com os mesmos, nomeando parentes deles à pedido dos edis, numa relação descabida para que tem o dever de fiscalizar a primeira. Isso, sem contar que todos esses agentes, como agentes públicos, devem obediência aos princípios que regem a administração pública. Além disso, essa situação afronta a separação dos poderes, jamais podendo ser tolerada”, disse o promotor.

Na condição de gestora, a ré Eliene Nunes de Oliveira, incidiu na prática do vulgarmente chamado de nepotismo cruzado no âmbito do Poder Executivo Municipal com o Poder Legislativo Municipal de Itaituba, ao nomear e autorizar a permanência para cargos comissionado terceiros com relação de parentesco consanguíneo, em linha reta, e por afinidade, com vereadores da citada Câmara. Além de que, os mesmos de igual forma, concorreram para esses atos, inclusive furtando-se de fiscalizarem essas situações por não terem moral algum para fazê-lo.

Ademais, mesmo sabedores da situação de nepotismo posta sob apreciação - mormente pela vereança referir-se a uma pequena cidade do interior no Pará onde todos os integrantes se conhecem e os trabalhos ocorrerem de forma contínua - os demandados na ação permitiram a continuidade da ilegalidade por mais de um ano, até hoje.

Entenda o caso
Após investigação desenvolvidas pelo Ministério Público Estadual, através da promotoria de Justiça de Itaituba, nos autos do Inquérito Civil nº19/2015-MP/PJI, restaram comprovadas práticas de nepotismo, consubstanciada na nomeação de pessoas, por indicação de parente e afins, para o exercício de cargos comissionados e de função gratificada.
Os fatos foram descobertos sem auxílio algum da ré Eliene Nunes de Oliveira, já que a mesma nem quis encaminhar relação de funcionários para a Câmara de Vereadores, nem para o Ministério Público do Estado do Pará, conforme fls. 136 a 143 e 128 dos autos de inquérito civil, onde constam os ofícios de nºs. 002/2015, 003/2015, 005/2015, 014/2015, 015/2015, 017/2015, 018/2015, 020/2015, 026/2015 da Câmara Municipal e ofício nº. 156/2015, do Ministério Público. Assim, incorrendo no crime previsto no art. 10 da Lei nº. 7.347/85, já que isso impedira a ação ministerial que teve que contar com outros meios para obtenção da prova e, assim, não teve acesso a todos os parentes empregados pela prefeita e vereadores.
Diante da clara afronta aos Princípios Constitucionais da Moralidade Administrativa, Impessoalidade, Igualdade e Eficiência, que regem a Administração Pública, decorrente da prática nefasta do nepotismo, resolveu o Ministério Público ajuizar a ação para a responsabilização dos agentes ímprobos, especialmente diante da negativa de informações à Câmara Municipal e ao Ministério Público do Estado do Pará, o que está impedindo a fiscalização dos gastos públicos no município de Itaituba.
O apurado
Nos Autos de Inquérito Civil Público nº19/2015/MP-PJI instaurado pelo Ministério Público e que embasam a Ação de Improbidade Administrativa restou provado que:
- Anny Kelly de Almeida Silva (enfermeira coordenadora do CAPS) => filha da vereadora Maria de Almeida Silva.
- José Alcir Oliveira da Silva (diretor da Secretaria de Infraestrutura Municipal) => marido da vereadora Maria de Almeida Silva.
- José Alcir Oliveira da Silva Júnior (lotado como assessor no gabinete da prefeita, mas mora em Santarém onde cursa Engenharia Civil) => filho da vereadora Maria de Almeida Silva
- Orlene Cavalcante Aguiar (contrato temporário na Secretaria Municipal de Meio Ambiente => esposa do vereador Wescley Aguiar.
- Izaneide Bentes Alvarenga Dias (apesar de concursada como professora, exerce função gratificada de diretora de ensino na Secretaria Municipal de Educação) => esposa do vereador Isaac Rodrigues Dias.
Diante da clara afronta aos Princípios Constitucionais da Moralidade Administrativa, Impessoalidade, Igualdade e Eficiência, que regem a Administração Pública, decorrente da prática nefasta do nepotismo, o representante do parquet ajuizou a ação para a responsabilização dos agentes ímprobos, especialmente diante da negativa de informações à Câmara Municipal e ao Ministério Público do Estado do Pará, haja vista que a negativa de informações estaria impedindo a fiscalização dos gastos públicos no município de Itaituba.
Liminar
Na Ação de Improbidade Administrativa ajuizada, o promotor de Justiça Nadilson Portilho, liminarmente requereu à Justiça que:

a) Determine ao município de Itaituba a apresentação das folhas de pagamentos de todos os servidores municipais, dos anos de 2014 e 2015, com menções de seus nomes, valores percebidos, cargos que ocupam, locais onde trabalham e onde podem ser encontrados;
b) Requisite à Delegacia da Receita Federal das declarações de impostos de rendas dos promovidos na Ação, de 2013 a 2014, e de seus familiares;
c) Determine, imediatamente, à ré Eliene Nunes de Oliveira a exoneração todos os servidores, que se enquadrem na vedação prevista na Súmula nº. 13 juntamente com os dispositivos da Resolução nº 7-CNJ, de proibição de nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, inclusive, da autoridade nomeante ou de servidor da mesma pessoa jurídica, investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o exercício de cargo em comissão ou de confiança, ou, ainda, de função gratificada na Administração Pública direta e indireta, em qualquer dos Poderes existentes no município de Itaituba, especialmente do Poder Legislativo, compreendido o ajuste mediante designações recíprocas, que viola a Constituição Federal, especificamente exonerando Anny Kelly de Almeida Silva, José Alcir Oliveira da Silva, José Alcir Oliveira da Silva Júnior, Orlene Cavalcante Aguiar e Izaneide Bentes Alvarenga Dias, sendo que quanto essa última apenas da função gratificada que exerce, sob imposição de multa diária de R$ 10.000,00 (dez mil reais), por cada exoneração não realizada.

No mérito o MP requereu a procedência dos pedidos, para o fim de condenar esses agentes, nos moldes de art. 12, inciso IIII da Lei de Improbidade Administrativa n.º 8.429/92, para que seja determinada as perdas das suas funções públicas, sejam suspensos seus direitos políticos por cinco anos, sejam condenados ao pagamento de multa civil de no mínimo doze vezes o valor de suas remunerações percebidas e determinadas as suas proibições de contratarem com o Poder Público ou receberem benefícios fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual sejam sócios majoritários, pelo prazo de três anos.


O Ministério Público requereu ainda a condenação dos réus a dano moral coletivo devido o desrespeito à sociedade e a inobservância das normas públicas que regem a administração pública.

Segundo o promotor de Justiça "com essa prática do nepotismo, o critério do parentesco para o preenchimento dos cargos e funções públicos é um fator determinante, valorizando o favorecimento pessoal, em detrimento das regras da ética, da moral, da impessoalidade, da igualdade e da eficiência, valores necessários ao bom andamento do serviço público. Além de que, especialmente no caso em questão, há violação do princípio da separação dos poderes, já que, em razão dessa troca de favores mediante o emprego de familiares dos vereadores pela prefeita, os mesmos não estão agindo com independência que suas funções de fiscalizar e elaborar leis requerem. Inclusive que, existem mais casos de nepotismo na administração municipal, que só serão esclarecidos quando o Ministério Público tiver acesso à relação de funcionários e folhas de pagamentos”, finalizou.

Texto: PJ de Itaituba.
Edição: Venícius Franco.
Revisão: Edyr Falcão.
Assessoria de Imprensa.
 

24 de junho de 2015

É ROUBADA A CAÇAMBA ALUGADA À PREFEITURA DE ITAITUBA, REVELA PERÍCIA DO IML

Agora é oficial. A caçamba placas DPS 4017, do estado de São Paulo e que prestava serviço para a prefeitura de Itaituba e que foi presa com suspeita de irregularidades, é ROUBADA, conforme Laudo Pericial do Instituto Médico Legal em Itaituba (imagens 3 e 4, abaixo).

Foi constatado que houve adulteração no Número de Identificação do Veículo (NIV) nos oito últimos números por desbaste intencional e posterior regravação de outros números.
Imagem 1

A caçamba que se encontra estacionada atrás do prédio da loja Acari Materiais de Construção, foi roubada e tem origem no Estado do Rio de Janeiro, e tem como placas verdadeiras LKY 4468, sendo registrado no roubo no sistema SINESP como pode ser constatada pela imagem 1, acima.

Imagem 2
Além da adulteração do NIV, os números registrados nos vidros da caçamba também foram adulterados.

Imagem 3
Imagem 4
O pessoal da Prefeitura de Itaituba está tentando não se envolver nesse imbróglio e por todos os meios diz que a caçamba, agora sabida que é roubada, não prestava serviços à Prefeitura de Itaituba, mas é certo que o sr. Elvis, o grande fabricante de doces de bananas e que nem sabe sequer quanto custa o valor mensal do aluguel de 'seus' veículos à PMI, é um grande parceiro da atual gestão; mas também pairam dúvidas de que essa caçamba (e uma outra!) tenha sido comprada por um religioso do atual governo, pelo valor de R$80 mil, cada e hoje, durante o programa de rádio na FM Alternativa, o Secretário de Governo disse que a CAÇAMBA ROUBADA "não estava prestando serviços para a PMI e que seu motorista, servidor da SEMINFRA, estava fazendo 'bico'", o que contraria frontalmente o que foi postado pelo sr. Alcir Oliveira, Diretor de Obras da Seminfra, neste blog em reportagem acerca da caçamba apreendida pela Polícia Militar, conforme imagem 5, abaixo. É o Governo de Todos Perdidos!

Imagem 5
Em seu comentário, o sr. Alcir é claro e conciso quando diz que o sr. Francisco José Ferreira é servidor da Seminfra, que estava na caçamba a serviço da Seminfra e que, após deixar a caçamba roubada na Delegacia, o mesmo (motorista) "continuou seu trabalho em outro veículo". Vale ressaltar que o motorista foi chamado para depor no Ministério Público após o MPE ter conhecimento desse comentário aqui no blog, pois ninguém sabia o nome do motorista.

Com o Laudo constatando a fraude, foi instaurado Inquérito Policial para apurar como essa essa caçamba veio parar aqui, quem é o comprador, quem vendeu e quanto foi pago pela mesma, quem adulterou o nº do chassi  e dos vidros, e após respondidas essas questões nessa fase de inquérito, o IP será enviado à Justiça Comum de Itaituba. Com o depoimento do motorista Francisco Ferreira, conhecido como Francisco Aranha, algumas dessas perguntas já devem ter sido respondidas.

E nessa teia de corrupção que se armou no atual governo, é esperar que também o Ministério Público Estadual, que ultimamente anda muito ocupado recomendando que o atual governo governe de fato e de direito, manifestará-se quando solicitado.

Não devemos esquecer que o MPE também tomou o depoimento do motorista Francisco Aranha!

É o castigo vindo a esse grupo que tanto brincou e abusou do nome de Deus! E agora José, como fica a situação do 'dono' da caçamba?

CANTOR CRISTIANO ARAÚJO MORRE POR CAUSA DE ACIDENTE DE CARRO!

Cantor Cristiano Araújo morre após acidente de carro em GO, diz hospital
Cantor sofreu um acidente na BR-153,em Morrinhos, nesta madrugada.
Namorada dele também não resistiu e morreu; outros dois ficaram feridos.




O cantor goiano Cristiano Araújo, de 29 anos, e a namorada dele, Allana Moares, de 19, morreram na manhã desta quarta-feira (24) após um acidente de carro na BR-153, no km 614, entreMorrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás. O Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), para onde ele foi transferido, e a assessoria de imprensa do sertanejo confirmaram a informação às 8h30.

Já a morte de Allana foi confirmada pelo empresário do cantor, Antônio Pereira dos Santos. "O corpo dela foi levada ao IML [Instituto Médico Legal] de Morrinhos e os familiares foram ao local para a liberação", disse ao G1.
saiba mais
Cristiano Araújo: veja vídeos da carreira
Cristiano Araújo: fãs e famosos se mobilizam após acidente grave
Cristiano Araújo sofre acidente de carro e tem quadro grave, em GO

Segundo o Corpo de Bombeiros, o sertanejo voltava de um show em Itumbiara, no sul do estado, por volta das 3h30, quando veículo em que ele estava, um Range Rover, saiu da pista e capotou. O cantor chegou a ser socorrido(veja vídeo abaixo) ao Hospital Municipal de Morrinhos e depois transferido em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Móvel até a capital. Em seguida, seguiu de helicóptero até o Hugo, mas não resistiu.

Além do cantor e da namorada, outras duas pessoas estavam no carro, sendo outro empresário e o motorista. Segundo os bombeiros, eles sofreram ferimentos leves e também foram encaminhados a um hospital na capital.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que as causas do acidente ainda são apuradas. “Fizemos um levantamento no veículo, que é do ano de 2015, e ele estava em perfeitas condições. A suspeita inicial é que o motorista tenha dormido ao volante, mas tudo isso ainda é devidamente apurado”, afirmou o inspetor Newton Moraes.

Segundo o Antônio Pereira dos Santos, o cantor costumava viajar com um motorista particular para que "pudesse dormir após o show e não precisasse dirigir". Ele ressaltou, ainda, que o condutor "é experiente e acostumado a guiar de madrugada".
Cristiano Araújo voltava de show em Itumbiara quando sofreu acidente (Foto: Divulgação)

Shows
Na última terça-feira (23), o cantor publicou em sua página no Instagram uma mensagem dizendo que estava partindo da Bahia, ao lado na namorada, com destino a Itumbiara. Após o acidente, muitos fãs comentaram na imagem sobre o ocorrido e mandam mensagens de solidariedade ao cantor.

O próximo show de Cristiano Araújo estava marcadado para acontecer na noite desta quarta-feira em Caruaru, em Pernambuco.

Trajetória
O goiano foi "cantor por natureza" já que a música está há quatro gerações na sua família, desde seus bisavós, avós, pais e tios. Segundo o perfil de seu site oficial, aos seis anos ele ganhou seu primeiro violão, no qual fez seus primeiros acordes, e aos nove, começou a se apresentar em público.

Aos 10 anos fez sua primeira composição e aos 13, gravou seu primeiro CD com cinco músicas. Continuou com sua carreira solo até os 17 anos, quando resolveu cantar em duplas, em um período que durou cerca de seis anos.

Em 2010, resolveu seguir de fato carreira solo, preparando a gravação de CD e DVD com participações de vários artistas. Em janeiro de 2011, o projeto foi concretizado, com a ajuda de grandes cantores e amigos, como Jorge (da dupla Jorge e Mateus), Gusttavo Lima, Humberto e Ronaldo, entre outros. Foi aí que ele estourou em 2011, com a música "Efeitos", gravada com o também sertanejo Jorge, da dupla Jorge e Matheus.



Capotamento aconteceu na BR-153, entre Goiatuba e Morrinhos, em Goiás (Foto: Divulgação/PRF)

CASO MPE - EM SUA FRENTE DE BATALHA CONTRA LENIÊNCIA DA PREFEITA ELIENE NUNES, MPE RECOMENDA CRIAÇÃO DE CENTRO DE ZOONOSES

ITAITUBA: MPPA recomenda criação de centro de zoonoses

Nota do Blog: Agora a senhora prefeita-comissária achou sarnas para se coçar, pois esta é a OITAVA recomendação desde o dia 18/06 ao Município de Itaituba, quando teve início a maratona do dr. Nadilson Gomes, que está demonstrando interesse pelas centenas de problemas de nossa cidade, para que a prefeita administre de fato e de direitos os município para qual foi eleita. E qual será a desculpa da prefeita, pois o promotor afirma ter dinheiro conforme se depreende do que fala 
 "...devem ser utilizados os recursos repassados pelo Ministério da Saúde para o Programa de Vigilância, Prevenção e Controle de Doenças e Agravos...)
E ainda vem mais!!
Imagem Norton Sussuarana

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), por meio do promotor de Justiça de Itaituba, Nadilson Portilho Gomes, expediu Recomendação à prefeita, Eliene Nunes de Oliveira, ao presidente da Câmara de Vereadores, João Bastos Rodrigues, e demais vereadores, à secretária de Saúde, Cleuci Portela de Aguiar, e Conselho Municipal de Saúde, por seu presidente Jorge Luiz dos Santos e demais conselheiros para tomada de providências pelo município sobre a quantidade excessiva de animais soltos nos logradouros e demais vias públicas.
Visitas realizadas pelo promotor de Justiça e servidores do MPPA, no período de 15 a 19 de junho de 2015, deram conta da quantidade expressiva de animais encontrados nos logradouros públicos (mercado, feiras, praças etc.) e em vias públicas de Itaituba, circulando livremente, a maioria abandonados. O que motivou a Recomendação da promotoria.
Imagem blog Junior Ribeiro

Entre os principais itens da Recomendação está a obrigação de criar e manter em funcionamento um Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e fatores biológicos de risco em Itaituba, tendo em vista a importância do desenvolvimento de ações de educação sanitária, vacinação, captura e controle da reprodução de animais transmissores de várias doenças.
“Para que isso se efetive devem ser utilizados os recursos repassados pelo Ministério da Saúde para o Programa de Vigilância, Prevenção e Controle de Doenças e Agravos, onde estão contempladas as ações de controle de zoonoses, para implementar também ações indicadas na presente Recomendação”, frisa Nadilson Gomes.
O documento recomenda que os gestores garantam que o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e fatores biológicos de risco de Itaituba seja vinculado ao órgão público municipal incumbido da vigilância em saúde, bem como para a criação dos seus respectivos cargos, seja dotado dos profissionais necessários e da estrutura adequada para a realização das ações de prevenção e combate de doenças naturalmente transmissíveis entre animais e humanos (recursos humanos, materiais e financeiros).
Senhora mordida por cão vadio na Orla da cidade - Imagem blog Junior Ribeiro
Também deverá ser implementado plano de manejo das populações de animais, especialmente de cães e gatos.
O Município deverá elaborar ainda um Plano de Ação que englobe a realização de “Diagnóstico situacional”, para conhecimento dos indicadores e a realidade do território a ser trabalhado, anterior a execução das ações propostas, “Planejamento e execução de ações de controle”, “Planejamento e execução de ações preventivas”, “Monitoramento das ações realizadas” e “Avaliação dos resultados obtidos”.
Leia AQUI as outras medidas previstas na Recomendação encaminhada pelo Ministério Público do Estado.
Imagem blog Junior Ribeiro

Foi dado o prazo de 240 dias para cumprimento da Recomendação.

Texto: PJ Itaituba
Edição: Edyr Falcão