Desperdício de dinheiro público!

Governo da Prefeita Eliene Nunes Joga dinheiro no ralo em obra que não deu certo 2 vezes (Ponto de Moto-taxi).

Obras do DNIT e uma porcaria!

Obra com menos de 6 meses de conclusão e entregue pelo DNIT já esta causando transtorno.

Varias ruas interditadas em Itaituba

Governo municipal abandona varias ruas nos bairros e a população se revolta interditando.

SUPERMERCADO DUVALLE

O melhor supermercado de Itaituba, promoções diárias pra você amigo cliente!

GRUPO VALMIR CLIMACO!

Um GRUPO que trabalha no densenvolvimento de Itaituba e Região!

30 de outubro de 2014

OS SAFADOS EMANCIPACIONISTAS!

quinta-feira, outubro 30, 2014

Safadeza de quem, Jatene? Bem feito, quem mandou votar no homem!!!

Simão Jatene diz que desejo de autonomia do Sul e do Oeste do Pará é "safadeza" e "maluquice"

"Quando vimos o mapa da votação (do primeiro turno) com vitória deles nos territórios que buscam a divisão, não teve jeito, tivemos que tomar algumas decisões, denunciar a safadeza disso. 

Eles queriam um novo plebiscito, mas só com as pessoas de lá. É uma maluquice, diss
e o governador", em entrevista à Folha, ontem.

A chamada é de minha autoria.

O texto da nota é de autoria do jornalista Manuel Dutra, publicado em sua página no Facebook.

29 de outubro de 2014

VEREADOR DA BASE ALIADA SENTE NA PRÓPRIA PELE O DESCASO COM A SAÚDE EM ITAITUBA!


Desabafo forte e emocionado do vereador Diomar na sua volta à Câmara


Vereador Diomar Figueira 

O vereador Diomar usa a tribuna para falar do mal atendimento do médico peruano de nome César, que foi quem o atendeu inicialmente em Itaituba.
Segundo Diomar, o médico disse que não era nada.
Ele repudiou a atitude do citado médico, e disse que é comum esse tipo de atitude.
O vereador citou os nomes dos Leonard, Diniz e Erlon, de Itaituba que o atenderam corretamente depois e do médico Erik Jennings que chefiou a equipe médica que o operou em Santarém.

O vereador Diomar Figueira voltou a participar de uma sessão ordinária da Câmara Municipal na manhã de hoje. Ele descreveu em detalhes os momentos difíceis pelos quais passou até ser operado em Santarém. O primeiro atendimento que teve em Itaituba, depois que ele sofreu o acidente no qual fraturou a terceira vértebra cervical, foi feito pelo médico peruano chamado César.

As referências do vereador a esse médico foram muito negativas.

Diomar contou que o Dr. César lhe disse que não era nada grave. Como ele questionou o diagnóstico inicial, o médico falou nervoso perguntando se o paciente queria saber mais do que ele. Com a informação que não era nada grave, Diomar, que sentia muitas dores, procurou um massagista que o atendeu por duas vezes.

Ressaltou ele, que essas massagens poderiam tê-lo deixado em uma cadeira de rodas para o resto da vida, de acordo como lhe informaram outros médicos. Só quando foi examinado pelos médicos Leonard Cabral, Manoel Diniz e Erlon foi que o vereador ficou sabendo, após os exames necessários, que tinha sofrido uma fratura grave da terceira vértebra cervical, sendo recomendado que procurasse recurso em um centro mais adiantado.

Foi então que correu para Santarém, onde foi operado pelo médico Erick Jennings e equipe, no Hospital Regional do Baixo Amazônas. Ele ainda está convalescendo, mas, mesmo assim, como sua licença havia expirado e ele não deu entrada na renovação, ou pedia afastamento por alguns dias, voltou para reassumir sua cadeira. Segundo disse Diomar, sobre o Dr. César existem inúmeras reclamações de pacientes que afirmam terem sido mal atendidos por ele.

NOTA DO BLOG: Em primeiro lugar, este blog desejo a mais rápida recuperação para o vereador Diomar Figueira. Em segundo lugar, é lamentável que o vereador tenha que sentir na própria pele o descaso com a saúde pública no atual governo que é dispensado à parcela mais pobre da população pois, como ele mesmo diz, "...que é comum esse tipo de atitude. (...) As referências do vereador a esse médico foram muito negativas..." Portanto, se o vereador tinha conhecimento do péssimo procedimento adotado por esse médico, por que nunca foi à tribuna denunciar? Assim como desejo sua pronta recuperação, também é desejo deste blog, e da população em geral, que o vereador tenha mais zelo com sua função pública de fiscalizar o executivo e a correta aplicação dos recursos públicos. 

Postado por José Parente de sousa

PREFEITURA NÃO DIVULGA PRESTAÇÃO DE CONTAS PARA HOJE!

Está sendo anunciado à 'boca pequena', através de grupos no WhatsApp, que a Prefeitura de Itaituba irá fazer hoje sua prestação de contas na Câmara Municipal 'da Prefeitura de Itaituba', a partir das 19 horas. 
Não se sabe o motivo da não divulgação ao público em geral, via blogs e TVs patrocinados pela Prefeitura, dessa prestação de contas. É de se estranhar em uma administração que fala sempre em transparência e em nome de Deus, esconder essa prestação. Deve ser por conta da falta da merenda escolar, além de outros temas espinhosos!

Mas o vereador Isaac 'Nunes' Dias estará a postos para defender a prefeita, assim como ontem fez, atacando o serviço prestado pela Balsa, mas que nada fala acerca da tradicional falta de merenda escolar nas escolas de ensino fundamental de Itaituba!

Abaixo, imagens retiradas há pouco na internet (14h30) dos blogs patrocinados pela PMI, inclusive no próprio blog da Prefeitura de Itaituba, onde não consta qualquer alusão à prestação de hoje à noite!!









OS SETE MITOS DA ELEIÇÃO 2014

Os sete mitos das eleições 2014

JOSÉ ROBERTO DE TOLEDO, DANIEL BRAMATTI, DANIEL TRIELLI, DIEGO RABATONE, LUCAS DE ABREU MAIA E RODRIGO BURGARELLI | 28/10/14
Mais perenes do que qualquer partido ou movimento político, algumas ideias sobre o que move os eleitores se repetem a cada eleição. No entanto, dados e detalhamentos das votações desafiam esse senso comum. O Estadão Dados analisou 7 erros mais repetidos

Mito 1 - Foi o Nordeste que elegeu Dilma
Petista não teve menos de 40% dos votos em nenhuma das 5 regiões do Brasil.

É claro que o desempenho de Dilma Rousseff (PT) no Nordeste foi crucial para sua vitória: a petista teve 20 milhões de votos no 2.º turno, equivalente a 72% do total de votos válidos na região. Mas a presidente reeleita obteve um apoio razoável em todas as cinco regiões. O menor porcentual de votos válidos foi no Sul: o apoio de 41% dos eleitores que escolheram um candidato.

A impressão de que o Nordeste sozinho é o grande responsável pela reeleição de Dilma é fortalecida quando se vê o mapa eleitoral dos Estados pintados com a cor de quem teve o maior porcentual de votos ali. Nesse mapa, metade do Brasil aparece pintado de azul, como se esse território tivesse ido em direção totalmente oposta à outra metade, vermelha.

O deputado estadual eleito Coronel Telhada (PSDB-SP) chegou a defender a independência do Sul e do Sudeste por causa disso. Mas, na verdade, dos dez Estados em que Dilma obteve menor votação, apenas três estão nessas regiões: Santa Catarina, São Paulo e Paraná. Todos os outros estão no Norte ou no Centro-Oeste. Visualmente, é possível ver como o apoio a Dilma se espalha pelo Brasil pelo gráfico de relevo ao lado – nenhuma das duas maiores “montanhas” que representam o número absoluto de votos está no Nordeste.






Mito 2 - Palanque estadual influencia eleitores
Resultados e pesquisas mostram desconexão entre opção para governador e presidente

Pesquisas e resultados eleitorais voltaram a demonstrar que a maioria dos eleitores não faz conexão entre o voto para presidente e o para governador. Apesar da prática tradicional dos presidenciáveis de buscar “palanques fortes” nos Estados – alianças com candidatos a governador –, não há evidências de que isso renda votos.

Apoiado por praticamente toda a cúpula do PMDB fluminense, Aécio Neves (PSDB) buscou popularizar no Rio a chamada “chapa Aezão”, na esperança de que os eleitores de Luiz Fernando Pezão (PMDB) votassem também nele. Os mapas de votação de ambos, porém, mostram que não houve sintonia eleitoral.

Pesquisa Ibope divulgada pouco antes do 2.º turno mostrou que, dos eleitores de Pezão, seis em cada dez pretendiam votar em Dilma Rousseff. Marcelo Crivella, adversário do peemedebista, fez campanha explícita para Dilma – mas isso não impediu que cerca de 40% de seus eleitores manifestassem intenção de votar em Aécio.


Mito 3 - Pesquisas erram resultado da urna
Ibope e Datafolha acertam votação do 2º turno dentro da margem de erro; números exatos importam menos para institutos

Embora alguns insistam que as pesquisas de intenção de voto consistentemente erram o resultado das urnas, não é o que mostram os dados – tanto os das eleições de domingo quanto os históricos. A vitória de Dilma Rousseff (PT) na disputa pela Presidência foi prevista pelo Ibope, que lhe atribuía 53% da preferência do eleitorado. Dilma recebeu 52% dos votos válidos, portanto dentro da margem de erro da pesquisa, de dois pontos porcentuais.
O Datafolha também atribuía favoritismo à petista, embora Dilma estivesse no limite do empate técnico com Aécio Neves (PSDB). Ambos os institutos descreveram, por meio dos números, a campanha do 2.º turno: Aécio começa à frente, carregado pelo embalo do 1.º turno, em que teve votação superior ao esperado. Dilma se recupera na última semana, com uma insuficiente reação de Aécio na véspera do pleito.
Para os institutos de pesquisa, os números exatos importam menos que o movimento descrito pelas curvas de intenção de voto de cada candidato. Sem elas, é impossível analisar qualquer campanha.
Desde 2002, a diferença média da sondagem de véspera do dia da eleição de Ibope e Datafolha para o resultado do 2.º turno é de um ponto porcentual – portanto, dentro da margem de erro. Assim, os institutos acertaram os resultados das eleições em todos os anos, mesmo em 2014, na disputa mais acirrada da história.


Mito 4 - Votos nulos são sinal de protesto
Queda nas taxas entre 1º e 2º turnos indica alta incidência de erros no manejo da urna eletrônica

Após os protestos que tomaram as ruas das principais cidades do País em junho de 2013, analistas e cientistas políticos previram aumento significativo de votos nulos na eleição deste ano. Isso não ocorreu: foram 4,4% de nulos em 2010 e 4,6% em 2014 – a comparação leva em conta o 2.º turno de cada disputa presidencial.

É claro que muitos indivíduos podem anular o voto como forma de protesto. Mas as estatísticas indicam que parcela significativa dos nulos se deve a erros no momento do voto. Uma evidência disso é a diminuição dos votos anulados entre o 1.º e o 2.º turno das eleições – entre uma e outra etapa, o número de cargos em disputa cai de cinco para apenas um ou dois, o que reduz a complexidade do manejo da urna eletrônica.

Outro indício é o fato de que a taxa de nulos para deputado estadual – o primeiro cargo na ordem de votação – é sempre mais baixa, já que são contadas como voto na legenda as tentativas equivocadas de digitar os números de presidenciáveis.


Mito 5 - Família Campos transfere votos
Pernambuco vota em Dilma, mesmo após apoio do grupo do ex-governador a Aécio.


O tucano Aécio Neves lançou sua campanha no 2.º turno em Pernambuco, onde recebeu o apoio da viúva e dos filhos de Eduardo Campos, candidato a presidente pelo PSB até agosto, quando morreu em um acidente aéreo. Os líderes do PSDB esperavam que a família Campos e a máquina local do PSB proporcionassem uma vitória para o tucano em um Estado nordestino, assim como havia ocorrido com Marina Silva, primeira colocada no 1.º turno.
A estratégia não deu resultados. Aécio teve entre os pernambucanos 29,8% dos votos válidos, resultado próximo da média que obteve em todo o Nordeste: 28,3%. O tucano ganhou em apenas uma cidade pernambucana: a pequena Taquaritinga do Norte, onde obteve 7.340 votos, 432 a mais do que a petista Dilma Rousseff. Na capital, Recife, onde Marina havia obtido 63% dos votos no 1.º turno, Dilma venceu na 2.ª rodada da disputa por 60% a 40%.


Mito 6 - Minas Gerais elege presidente
Só uma vitória improvavelmente distante no seu Estado natal levaria Aécio ao Planalto

Mesmo se ganhasse seu Estado natal, Aécio Neves (PSDB) ainda teria dificuldade em se eleger. Dilma Rousseff (PT) teve 52,4% no Estado e o adversário, 47,6%. Se o tucano tivesse invertido esse resultado e ganhado os 550.601 votos que a rival ganhou a mais em Minas, ainda faltariam 2,3 milhões de eleitores no resto do Brasil. Na votação total de Aécio, Minas representa 11%, menos que a soma de Santa Catarina e Bahia.
Só uma vitória distante em Minas, de 63% a 37%, daria a Aécio os votos necessários para ganhar de Dilma. Com esse resultado – quase igual ao do Estado de São Paulo (64% a 36%) –, ele chegaria a 52.771.137 de votos em todo o Brasil, um a mais que Dilma. Mas uma vantagem tucana como essa não acontece em eleições presidenciais em Minas desde que Fernando Henrique Cardoso ganhou em 1994, no 1.º turno. Naquele ano, derrotou Lula no Estado por 65% a 22%. Nem em sua segunda vitória de 1.º turno, em 1998, Fernando Henrique repetiu o resultado: o placar foi 56% a 28%.


Mito 7 - Abstenção é alta e demonstra apatia
Não comparecimento às urnas é um fato muito mais ligado a falhas de cadastro da Justiça do que a desilusão eleitoral


Ao fim de todas as eleições, analistas correm para declarar que cerca de um quinto da população decidiu não votar. O número se baseia na abstenção divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ou seja, os votantes que não foram às seções eleitorais. Historicamente, a abstenção gira em torno de 20% e o número não varia muito de eleição para eleição.
Essa análise é falha porque atribui às abstenções um peso político maior que o que de fato têm. Isso porque o suposto não comparecimento às urnas tem mais a ver com uma falha no cadastro eleitoral do TSE que com a falta de engajamento político.
Conforme revela o gráfico abaixo, a abstenção foi menor em 2014 nos municípios que passaram recentemente pelo recadastramento biométrico — em que os eleitores registram na Justiça Eleitoral suas impressões digitais. O recadastramento remove da lista do TSE eleitores que já morreram, e que, naturalmente, não podem aparecer para votar.

Fonte: http://www.estadao.com.br/infograficos/os-sete-mitos-das-eleicoes-2014,271980.htm

CASO PIZZOLATO - GOVERNO ITALIANO DÁ O TROCO AO BRASIL!



Itália nega extradição e manda soltar Pizzolato

JAMIL CHADE - O ESTADO DE S. PAULO

28 Outubro 2014 | 14h 49
Governo brasileiro vai recorrer da decisão favorável ao ex-diretor do Banco do Brasil, condenado por envolvimento no mensalão

Bolonha - A Justiça da Itália rejeitou nesta terça-feira, 28, o pedido do governo brasileiro para extraditar o ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, condenado por envolvimento no mensalão e atualmente preso em Modena. Pizzolato pode deixar a prisão ainda nesta terça. O governo brasileiro vai recorrer.
A Corte de Apelação de Bolonha julgou o pedido feito pelo governo brasileiro e decidiu que, diante da situação das prisões no Brasil, de sua condição de saúde e por ter cidadania italiana, ele não pode ser devolvido para que cumpra pena no País.
Segundo o advogado de defesa de Pizzolato, Alessandro Sivelli, o argumento principal que pesou na decisão da Corte foi a situação das prisões no Brasil. Quem não escondia sua emoção era João Haas, sogro de Pizzolato, que também estava no tribunal. "Henrique chorou copiosamente", disse Haas, que acompanhou o julgamento ao lado de sua filha Andrea, mulher do ex-diretor. "O PT e a presidente Dilma abandonaram Pizzolato. Espero que agora o ministro da Justiça(José Eduardo Cardozo) coloque a mão na consciência." "Eu estou muito aliviado", disse Haas. "Eu estou resgatando minha família, que foi estraçalhada pelo STF, insistiu. Após a decisão, Andrea e Pizzolato se abraçaram.

Pizzolato fugiu para Itália para escapar da pena imposta pelo STF

O representante da AGU designado para acompanhar o processo, Marconi Melo, reconheceu que a decisão da Corte foi tomada por considerar que o "sistema prisional brasileiro é inadequado" e não "oferece condições humanitárias mínimas". Melo afirma que o governo vai recorrer da decisão. Durante a audiência desta terça-feira, a defesa de Pizzolato apresentou fotos de Pedrinhas, no Maranhão, para provar a situação das prisões. "Este pode ser um precedente perigoso", diz Melo, admitindo que a decisão pegou o governo de surpresa.
O governo brasileiro vai recorrer da decisão, o que significa que o caso se arrastará por 2015, em uma Corte em Roma. Mas, enquanto isso, Pizzolato vai aguardar uma decisão em liberdade. Ainda nesta terça, ele será levado de Bolonha de volta para Modena e liberado.
Num púlpito entre a bandeira da Itália e da União Europeia e debaixo da frase estampada na parede do tribunal "A Lei é igual para todos", Pizzolato parecia envelhecido e cansado diante dos ornamentos da sala imponente do prédio do Judiciário. Para o julgamento, a corte reservou sua principal sala, com bancos de couro e uma arquitetura clássica. A audiência durou mais de cinco horas.
Momentos antes do início da reunião, uma funcionária trouxe para a sala as centenas de páginas do processo. Pizzolato chegou em um camburão, totalmente blindado para não poder ser visto.
O ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil foi condenado a doze anos e sete meses de prisão no julgamento do mensalão. Ele fugiu para a Itália ainda no segundo semestre de 2013 com um passaporte falso de um irmão morto há mais de 30 anos. Em fevereiro deste ano, ele acabou sendo descoberto na casa de um sobrinho na cidade de Maranello, no norte da Itália, e levado para a prisão de Módena.
Com dupla cidadania, a esperança de Pizzolato era a de garantir sua permanência no país europeu. O Estado revelou com exclusividade, porém, que o Ministério Público da Itália deu um parecer favorável à extradição do brasileiro em abril deste ano, apesar de sua dupla cidadania.
Para tentar frear sua extradição, a defesa de Pizzolato alegou que ele temia ser assassinado se voltasse ao Brasil e que sofre de graves problemas "psiquiátricos". Documentos obtidos com exclusividade pelo Estado apontam que , para os advogados do condenado, uma eventual extradição do brasileiro às prisões nacionais significaria que seu tratamento "anti-depressivo" não poderia ser realizado.
A defesa de Pizzolato ainda enviou aos juízes documentos da ONU condenando a situação das prisões no Brasil.
Nos documentos enviados para a Corte de Apelação de Bolonha, os advogados de Pizzolato ainda insistiram que o julgamento do caso do mensalão não respeitou um dos princípios da defesa, que é justamente o fato de ser julgado em mais de uma instância.

Recurso

Em Bolonha, o Brasil foi representado pela AGU e pelo Ministério Público Federal. Ambos já indicaram que vão recorrer da decisão. Mas o próprio governo indica que, se for novamente derrotado, vai propor que Henrique Pizzolato cumpra sua pena na Itália.
Segundo a defesa do ex-diretor, pesou na decisão também o fato de Pizzolato não ter recorrido da decisão no STF e por parte de suas provas não terem sido consideradas.

Fonte: http://politica.estadahttp://politica.estadao.com.br/noticias/geral,italia-nega-extradicao-e-manda-soltar-pizzolato,1584366o.com.br/noticias/geral,italia-nega-extradicao-e-manda-soltar-pizzolato,1584366

CARPE DIEM, QUAM MINIMUM CREDULA POSTERO*

NOTA DO BLOG: Relutei muito em fazer tal postagem, mas devo essa póstuma homenagem a essas duas pessoas de boa índole, bons pais e companheiros que, subitamente, deixaram-nos sem despedidas, sem um até logo! Simplesmente foram, deixando dores e saudades, alegrias e felicidades pelos momentos vividos com os que ficaram. Com o amigo Pantera, a amizade começou nos idos dos anos 94, quando nas nossas brincadeiras de futebol de salão no Rotary era o goleiro. Depois do abandono do futebol de salão por mim e por ele, e pelo fato do trabalho, distanciámo-nos um pouco, mas Baeco sempre fazia a 'ponte'.
Quanto ao outro amigo que nos 'abandonou', Junior do Colorau, como era mais conhecido, a amizade foi se solidificando e quando nos encontrávamos, os dois casais, o tempo passava ante a boa conversa 'jogada fora'.
Não tenho muito para falar dos dois, mas tenho saudade dessas amizades!
Vamos aproveitar a vida (carpe diem!), deixando aos que ficam, após nossa partida, a doce saudade de uma boa amizade!

"Pantera" morre em acidente na BR-163 entre Santarém e Rurópolis

O acidente aconteceu na manhã desta segunda feira, 27, por volta das 11 horas na Rodovia Santarém Cuiabá- BR-163 na altura do km 98 entre Santarém e Rurópolis.


O empresário João Rego Correa de 65 anos conhecido por “Pantera” irmão do empresário “Baéco” estava retornando há Itaituba depois de um final de semana em Santarém, ele estava acompanhado de um rapaz identificado por “Junior” que segundo informações trabalha na prefeitura de Itaituba. Na altura do km 92 o veiculo que estava o empresário se chocou de frente com outro que passara no local, ele estava de cinto, mas nem assim conseguiu sobreviver, já o motorista foi levado em estado grave para Santarém, a motorista do outro veiculo quebrou umas das pernas, a criança que vinha com ela passa bem.
A morte do empresário “Pantera” pegou muita gente de surpresa em Itaituba e Santarém. Recentemente a família perdeu Paulo Correa que também era irmão do empresário “Baéco”, o mesmo morreu decorrente de um infarto. O corpo da vitima foi levado para Santarém e posteriormente será transladado para Itaituba.


Empresário Junior do Colorau morre de infarto em Itaituba-PA


Na manhã desta sexta feira, 17, por volta das 11hs40min o empresario Junior do Colorau morreu depois de dar entrada no Hospital Municipal após sofrer um infarto.

A noticia pegou muita gente de surpresa; vários empresários estão na pedra do Hospital Municipal. Na sexta feira passada eu Junior Ribeiro que mantinha uma relação de amizade estreita com o empresário estive conversando por cerca de uma hora com o mesmo na sede do Rotary Clube, onde foi prestigiar seu neto que estava participando de uma Gincana no Local. Em conversa com ele, me relatou que estava se recuperando de uma Pneumonia. Ainda hoje mais informações...

Fonte: Junior Ribeiro

Carpe diem, quam minimum credula postero, é uma expressão em latim que significa “aproveite o dia de hoje e confie o mínimo possível no amanhã”. A frase foi escrita por Horácio Flaco (65 a.C.- 8 a.C.), poeta e filósofo da Roma Antiga, no livro “Odes”, uma das obras mais importantes da literatura universal.

27 de outubro de 2014

PMDB TERÁ MAIOR NÚMERO DE GOVERNADORES


PMDB terá maior número de governos

LUCAS DE ABREU MAIA - O ESTADO DE S. PAULO

26 Outubro 2014 | 23h 15
Partido elege 7 chefes de Executivo estadual, mas eleitorado sob suas gestões é menor que os de PSDB e PT, com 5 governadores cada

Na eleição que se seguiu aos protestos que levaram milhões às ruas em junho de 2013, o PMDB - partido que representa a política tradicional - foi a legenda que terá mais governadores a partir de janeiro de 2015. Foram 7 os peemedebistas eleitos, 2 a mais que integrantes do PSDB e do PT, legendas que ficaram com 5 governadores cada (veja mais abaixo).

RELACIONADAS
Veja como foi a disputa nos Estados

Apesar desse incremento, quem mais terá eleitores sob suas gestões são os tucanos. Os colégios dos cinco Estados que serão governados pelo PSDB somam 51,2 milhões de votantes, dos quais 62,5% são paulistas. Em seguida vem o PT, com 34,6 milhões - 44% desse contingente está em Minas, conquistado pela sigla pela 1.ª vez.

O PMDB é o terceiro em número de eleitores sob seus governos, com 28,7 milhões de votantes. O partido perdeu disputas importantes (como Ceará, Amazonas e Goiás), mas reconquistou o Rio Grande do Sul.

A alta do PT em termos de eleitorado foi a mais expressiva: 54% em comparação com 2010. Já no 1.º turno, o partido da presidente Dilma Rousseff havia ganhado as eleições no segundo e no quarto maiores colégios eleitorais do País: Minas e Bahia, o que explica esse incremento.

O PT também saiu-se vitorioso em eleições difíceis, como no Acre, em que o petista Tião Viana bateu o tucano Márcio Bittar, e no Ceará, em que Camilo Santana cresceu no fim da campanha e venceu o peemedebista Eunício Oliveira.

Embora o PSDB tenha sob seu comando o maior número de eleitores em comparação aos outros partidos, o poderio eleitoral da sigla caiu 24% em relação a 2010. Os tucanos mantiveram colégios importantes, como Paraná, Goiás e Pará, além de São Paulo, onde é hegemônico há 20 anos, mas haviam conquistado 8 Estados há 4 anos - a principal perda é Minas.

Redução

O PSB foi o partido que mais diminuiu eleitoralmente nos Estados em 2014. O eleitorado nas três unidades da federação governadas pela sigla é de 11 milhões de pessoas - 47% a menos que em 2010. Embora tenha conseguido eleger o governador do Distrito Federal e reeleito seus candidatos na Paraíba e em Pernambuco, o PSB perdeu importantes colégios eleitorais conquistados há quatro anos: Ceará, Piauí, Espírito Santo e Amapá.

Neste 2.º turno, o PSD elegeu Robinson Faria, no Rio Grande do Norte, e o PDT, Waldez Goes, no Amapá. Outros dois partidos também ganharam uma chefia de Executivo: o PP, com Suely Campos em Roraima, e o PROS, que reelegeu José Melo no Amazonas.
Clique na imagem abaixo para conferir o infográfico completo:

 Fonte: http://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,pmdb-tera-maior-numero-de-governos,1583431

25 de outubro de 2014

IVEIGA: HÉLDER ABRE 12 PONTOS SOBRE JATENE, O INGRATO!


iVeiga: Helder abre 12,4 pontos sobre Jatene e venceria a eleição com 56,2% dos votos válidos

NOTA DO BLOG: O Instituto Iveiga foi o único no Pará que acertou todas as pesquisas, o que dá credibilidade a esse Instituto!

O iVeiga, que se notabilizou nesse pleito pelo acerto nas pesquisas por ele realizadas publicou a sua segunda e última pesquisa do segundo turno da eleição governamental no Pará, revelando que o peemedebista Helder abre, a um dia da eleição, 12,4 pontos sobre Jatene.








Observa-se que as variações nos percentuais de ambos da pesquisa espontânea para a estimulada são meramente decimais, o que é índice da cristalização do voto.
> Votos válidos
Em se excluindo os votos brancos, nulos e indecisos, resultam os votos válidos, que é o método usado pela Justiça Eleitoral para proclamar o resultado das eleições majoritárias:



O iVeiga mediu a rejeição dos candidatos. Jatene e Helder acumulam rejeição na casa dos 30%, sendo que o governador é mais rejeitado que Helder. A polarização da eleição faz com que os oponentes apresentem tendência de percentuais de rejeições similares.



O iVeiga mediu a expectativa de vitória. À pergunta “Em sua opinião, quem vai ganhar a eleição para Governador do Estado do Pará?”, a maioria responde que acredita na vitória de Helder:



O quadro acima revela que uma parcela do eleitorado de Jatene não acredita na sua vitória, pois as intenções de voto nele estão acima do percentual que ele aufere no item.

O iVeiga ouviu 2 mil pessoas nos dias 20, 21, 22, 23 e 24 de outubro. A pesquisa está registrada no TRE-PA sob o n° 00053/2014. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.


http://pjpontes.blogspot.com.br/2014/10/iveiga-helder-abre-124-pontos-sobre.html

fonte: http://saibadascoisas.blogspot.com.br/2014/10/iveiga-helder-abre-124-pontos-sobre.html

JATENE E A INGRATIDÃO


Simão Jatene, no meio, quando assessor de Jáder Barbalho, a quem hoje ofende!

Todos sabem que voto em Hélder, mas esta postagem não é para fazer loas ao meu candidato, pois a escolha já foi feita, mas sobre a ingratidão.
Ser ingrato é uma faculdade unicamente humana; e uma das mais vergonhosa. E nosso governador, após tantas andanças com Jáder Barbalho, inclusive por Ministérios em Brasília/DF, frequentar a casa dos Barbalhos, comer na mesma mesa, ser criado politicamente-financeiramente pelo Jáder Barbalho, hoje chama os Barbalhos de ladrões, com quem andava e, quem sabem, também não roubava junto?
Como uma pessoa dessa pode ser de confiança? Como pode uma pessoa dessa, com a idade da maturidade formada, ser ingrato, cuspir no prato que tanto saciou sua fome?

Sabemos que em políticagem tudo é possível, principalmente quando essa 'arte' da senvergonice é feita por pessoas da estirpe do Jatene, que antes de ser adversário político,  era useiro e vezeiro em homologar as práticas políticas de Jáder. Agora, não concorda mais com elas, pois tem suas próprias práticas!

Significado de Ingratidão

s.f. Característica da pessoa ingrata; qualidade de quem não reconhece o bem que lhe foi oferecido nem a ajuda que lhe foi concedida; ausência de gratidão. 
Comportamento ou atitude da pessoa que expressa falta de gratidão. 
Estado, característica ou qualidade do que não consegue alcançar os devidos resultados; que se apresenta de maneira árdua. 
Jurídico. Que não demonstra gratidão por algum benefício recebido, fazendo com que o mesmo perca sua validade legal. 
(Etm. do latim: ingratitudo.inis)

23 de outubro de 2014

MERENDA ESCOLAR. O DRAMA E AS MENTIRAS CONTINUAM!

Se você quer saber como foi seu passado, olhe para quem você é hoje. Se quer saber como vai ser seu futuro, olhe para o que está fazendo hoje.

Os professores abrem a porta, mas você deve entrar por você mesmo.

Dinheiro perdido, nada perdido;
Saúde perdida, muito perdido;
Caráter perdido, tudo perdido.

Provérbios chinês.
Pimenteira para evitar o mau olhado do pessoal da SEMED?


Após postagem sobre a macaxeira como merenda na Escola Municipal Socorro Bentes Leite, fui instigado por uma séria jornalista de Itaituba, a ir mais fundo nessa questão , verificar o outro lado; se realmente só havia macaxeira à disposição da merendeira; se havia má-fé dos responsáveis pela gestão da escola!







Pois bem, hoje por volta das 9h, fui à Escola e lá já encontrei o dileto amigo jornalista Júnior Ribeiro perquirindo a Diretora da Escola acerca de tal problema, informando esta que após a divulgação nos blogs de Itaituba acerca da macaxeira servida na merenda dos alunos, a SEMED remeteu alguns alimentos para a escola,  conforme imagens abaixo, mas mesmo assim, fora das necessidades alimentares das crianças, tendo em vista que enviaram somente bolacha água e sal e suco. Uma vergonha!

A Diretora foi incisiva e afirmou ainda que não é a primeira vez que ocorre a falta de merenda escolar e, questionada se a direção faz pedido à SEMED quando dessa falta, a gestora da escola afirmou que fazem o pedido mas não são atendidos com boa vontade. Declarou ainda que apoia totalmente a atitude da servidora que denunciou esse descaso no Facebook; que não teme represálias pois está fazendo seu trabalho a contento e tem responsabilidade com sua comunidade escolar.

Aquando do horário da merenda, este blogueiro e Junior Ribeiro, foi verificar in loco o tipo de merenda destinado às nossas crianças, BOLACHA COM SUCO, além de constatarmos que o freezer estava somente com uma saca de frango congelado, doado pelo sr. Silva do Avis Pará, e a bendita macaxeira picada.
Vejam a macaxeira picada acima do balde branco e verde!

Na geladeira, quase nada, mas alimento, somente um pote de margarina semi vazio.


Ainda a respeito das macaxeiras, fui informado pela Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Itaituba de que na escola havia outras opções de merenda, além de afirmar que alguns servidores levam a merenda da escola para suas casa, além de dizer "..ou ainda não caprichar ao fazer as refeições. Criança nao eh bicho.."! A prefeitura ao falar isso, é como se a merendeira fosse culpada e não tivesse a capacidade técnica-religiosa de fazer milagres e transformar a macaxeira em sanduiche, torta, maçã, carne, frango, polenta e etc!!!



É verdade quanto a ter outras opções, mas dentre essas opções tinha banana ainda verde, arroz (que daria para fazer sushi, mas sem os demais ingredientes!) e feijão. Mas ainda assim, fora dos padrões da merenda escola.

Mas o pior é a SEMED mandar, para o consumo de 157 crianças do Ensino Fundamental, um pouco mais de 4,6 Kg de carne bovina e 26 kg de frango! E tem que durar 20 dias! Somente mesmo um milagre da multiplicação dos pães para fazer três quilos de carne durar essa eternidade! Vejam abaixo imagens que retratam o descaso da sra. Eliene Nunes com nossas crianças!



Para as crianças do pragrama Mais Educação, a situação é um pou]quinho melhor, por atender uma quantidade menor de crianças!


Agora, com todo esse descaso, cadê o pessoal do Conselho de Merenda Escolar? O Conselho Tutelar? A Câmara de Vereadores? É uma grande pena que nossa prefeitura-educadora não tem a mínina educação pedagógica para proporcionar alimentação saudável para nossas crianças!

Mas diante de todo esse descaso! Esse crime! As professoras da Escola Socorro Bentes estão de parabéns por demonstrarem determinação no exercício de suas funções. 

Educar é também ser exemplar!

Às 'otoridades' que gostam de destratar blogueiros e a imprensa em geral, chamando-os de fofoqueiros, digo-lhes que ser fofoqueiro é procurar informar nossa população do descaso administrativo, sou fofoqueiro com muito oergulho!!



Itaituba cada vez mais torna-se CUIUTUBA!!!

Imagens: Norton sussuarana